Postagens recentes

20.9.14

Rotaroots: Sete músicas para cantar no karaokê

Algumas músicas são impossíveis de ignorar. Quando começa a tocar é como se, de forma automática, você não conseguisse ficar parado. Só escutando. Na mina opinião, as melhores músicas são assim: quanto mais você cantar (ou dançar) junto, melhor. Pode ser aquela música super empolgante, agitada, ou pode ser aquela mais romântica, triste. Vai de quem está escutando. O importante é parar e aproveitar até a última nota. Difícil mesmo é controlar a vontade de cantar junto no meio de um metrô lotado. Escolhi algumas que estão entre as que eu mais escuto ultimamente.







17.9.14

Sim! Hoje é dia de mudanças...

Não consigo me apegar a layouts. Sempre acabo mudando com muita frequência (e acho que isso todos os leitores já perceberam). Acho que essa é uma das poucas coisas na vida que eu não me importo em deixar para lá.

Mudanças são sempre bem vindas. E estar preparado, disposto para aceita-las é essencial.

Dessa vez foi diferente. O layout anterior, assim como todos, foi feito muito carinho. Mas antes que eu perca o ânimo para postar (sem levar em consideração a falta de tempo), é hora de mudar. De buscar novos caminhos e experimentar coisas novas.

Espero, de coração, que vocês gostem. Ainda pretendo fazer alguns ajustes, mas aos poucos tudo vai se acertando.

4.9.14

Não é tão ruim quanto você imagina



Ah, menina... Se você soubesse o bem que te faria largar tudo e tomar um rumo diferente, com certeza você não estaria triste assim. Pelo contrário, estaria feliz. Talvez, mais feliz do que você jamais foi em toda sua vida. Não, não é exagero meu. Só você não quer ver.

Pare de olhar só para frente.

A paisagem ao seu redor é imensa e de um verde apaixonante. Não se prenda a lembranças que assim como eu, você sabe que não voltaram a acontecer. Sei, sei. É meio clichê, mas o que nessa vida não é? Para dizer a verdade, acho que passamos por essa vida esperando e torcendo para que essas mesmices aconteçam. Não quero dizer que não gostamos do diferente, só que algumas coisas nunca mudam. Todo mundo quer aquele amor de tirar o folego ou aquela companhia perfeita para um domingo qualquer. Acontece.

Sei que você não gosta de se prender a ninguém. Sei, porque, mais que qualquer um, eu te conheço muito bem. Sei o quanto a liberdade lhe atrai. Como o novo e o desconhecido lhe são sempre bem vindos. Mas também sei que no fundo (bem escondidinho) você queria alguém para cuidar de você. Para deixar que você esqueça da vida sem estar sozinha.

Não é vergonha nenhuma admitir.
 
Todos os direitos reservados.