Resenhas

Trago seu amor de volta sem pedir nada em troca Ique Carvalho Ler a resenha
As Coisas Que Fazemos Por Amor Kristin Hannah Ler a resenha
Fortaleza Impossível Jason Rekulak Ler a resenha
Os Três Sarah Lotz Ler a resenha

Slide

Os lançamentosda Editora Arqueiro Confira a lista de livros que serão publicados neste mês! A editora traz livros incríveis para este final de ano.

A MALDIÇÃO DE HOLLOW (NORA ROBERTS) O tempo está acabando. Com o sétimo mês cada vez mais próximo, os nossos seis amigos precisam encontrar algo que detenha Twisse. A cada dia eles conseguem sentir o demônio cada vez mais forte e desta vez ele está usando o medo de cada um para tentar derrota-los.

A CASA DO LAGO (KATE MORTON) "A Casa do Lago" é um romance recheado de mistérios e aventuras. Nele você irá conhecer, a partir do ponto de vista de cada personagem, o mistério que envolve a famosa casa da família Edevane na Cornualha.

Liga das Florestas: Participe!


Olá meninas! O Greenpeace lançou uma campanha para a criação de uma lei popular a favor do desmatamento zero no Brasil. Onde o objetivo é preservar um dos bens mais precioso e importante do nosso país. Mas para que a lei seja aceita no Congresso, é preciso 1,4 milhão de assinaturas de eleitores.
A Liga das Florestas, hoje, conta com um pouco mais de 120.000 assinaturas. E você pode ajudar! Basta entrar neste site, fornecer alguns dados (nome completo, email, telefone e a data de nascimento) e pronto! É rápido e fácil não é? Então, dê uma passadinha rápida no site e ajude o Brasil a manter as nossas florestas.
“O Brasil devasta muita floresta há muito tempo, sempre em nome do desenvolvimento. Esse modelo, que não fazia sentido no passado, faz menos ainda no presente.” (Marcelo Furtado, diretor-executivo do Greenpeace no Brasil.)


"A Liga das Florestas precisa de heróis. A fauna e a flora brasileiras estão em risco, e com elas o futuro do Brasil. Mas você pode ajudar a salvá-los. O Greenpeace lança, com outras organizações, um projeto de lei popular pelo desmatamento zero de nossas matas. Ao assinar a petição no site, e ao compartilhar e estimular seus amigos a fazerem o mesmo, você acumula pontos, ajuda a proteger um dos bens mais preciosos que o Brasil possui e ainda ganha prêmios. Participe!" (por Greenpeace)

Esclarecendo algumas coisas

- A lei não vai transformar em crime todo o corte de árvore, mas sim a derrubada em larga escala.

- O Brasil se tornou a sexta economia do mundo, o maior exportador de carne e o segundo maior em grãos. E conseguiu esse feito enquanto controlava o desmatamento na Amazônia, ou seja, o país pode sim crescer sem desmatar.

Se você é contra o desmatamento, ajude! Divulgue. Ajude a salvar as florestas do Brasil.

Link para assinar a petição, aqui.

Dados: Painel Florestal e Greenpeace.

Só mais um...

Postado por:

Tags:


Esse é só mais um daqueles textos que você escreve pensando em alguém... Que você escreve tudo o que um dia gostaria de dizer, mas sabe que não irá. É só mais um daqueles textos tristes, nostálgicos, que ficará guardado, escondido, esperando que ninguém leia. É só mais um daqueles desabafos doidos de uma madrugada sem sono. É só mais um daqueles que quando chegar ao final, tudo o que foi escrito não te fará mais sentido. Não vai parecer que foi escrito pela mesma pessoa que o lê e relê em busca de algum detalhe que possa ter se perdido. É só mais um que, talvez, esteja até inacabado por falta de palavras. Palavras essas que sempre me faltam. Ou então, é só mais um daqueles clichês que todos escrevem quando querem fugir. Correr. Ir embora para um lugar distante. Vazio. Solitário. Esquecido. Desses onde se possa esconder tudo o que precisa (e tem!) que ser abandonado. Desprezado. Ignorado. Esconder a parte de você que ainda sente falta, que ainda gosta. Ama. Mas não deveria. Um lugar em que tudo seja mais simples. Não precisa ser real. Não precisa existir para os outros. Só preciso de um lugar que seja meu, onde todas as lembranças não sejam mais importantes. Onde você seja apenas a parte de uma história maior. Que seja apenas a introdução de um novo e alegre capítulo. Um capítulo cheio de surpresas, sorrisos, pessoas, amores... E que não falte sonhos.

Wishlist: Livros


Para quem gosta de ler, ter tempo (e dinheiro rs) para conseguir ler todos os livros que estão não sua gigantesca lista de desejados não é muito fácil não é? São tantos livros. Tantas histórias, que às vezes é difícil escolher um. 

Mas além do tempo, eu confesso que também não costumo cumprir muito bem as minhas listinhas, por isso alguns livros acabam ficam "esquecidos" ou são substituídos por outros que eu gostaria de ler naquele momento.

Esses são alguns dos livros que ainda quero muito ler. Sim. Eu ainda não li "A Menina Que Roubava Livros". É estranho, conheço tantas pessoas que já leram e eu ainda não consegui lê-lo. Um dos que eu quero muito ler é "O Menino do Pijama Listrado", todos dizem que é uma história íncrivel e que vale a pena a leitura. Bom, eu espero poder lê-lo muito em breve. "Um Dia" e "Qual Seu Número" são mais recentes, aliás eu acho que muitas de vocês já devem ter lido ao menos um dos dois. O "Diário de Anne Frank" é mais um indicação de alguns amigos. Eu li a sinopse e gostei muito. Eu acho que vou me surpreender com a história. E o "Diário de Uma Paixão"eu conheci por acaso. Estava bisbilhotando o site da livraria cultura e acabei o encontrando. Também gostei muito do sinopse e da capa.

Um Dia
Formato: Livro
Autor: David Nicholls
Editora: Intrínseca
Assunto: Romance
Dexter Mayhew e Emma Morley se conheceram em 1988. Ambos sabem que no dia seguinte, após a formatura na universidade, deverão trilhar caminhos diferentes. Mas, depois de apenas um dia juntos, não conseguem parar de pensar um no outro. Os anos se passam e Dexter e Emma levam vidas isoladas - vidas muito diferentes daquelas que eles sonhavam ter. Porém, incapazes de esquecer o sentimento muito especial que os arrebatou naquela primeira noite, surge uma extraordinária relação entre os dois. Ao longo dos vinte anos seguintes, flashes do relacionamento deles são narrados, um por ano, todos no mesmo dia - 15 de julho.

Qual Seu Número?
Formato: Livro
Autor: Karyn Bosnak
Editora: Novo Conceito
Assunto: Romance
Delilah Darling tem quase 30 anos e já se relacionou com 19 rapazes. Sua vida sentimental não tem sido exatamente brilhante, pois todo cara que conhece parece fugir do relacionamento. Quando lê uma matéria no jornal em que a média de homens para uma mulher de 30 anos é de 10,5, fica desesperada e assustada por estar muito acima dessa média. Além de tudo, o artigo no jornal terminava falando que, se a mulher tivesse o número acima dessa média, seria impossível a pessoa certa. Na tentativa de não aumentar seu número e perder de vez a chance de se casar, Delilah sai à procura de seus antigos namorados e tenta reconquistá-los.
Diário de Uma Paixão
Formato: Livro
Autor: Nicholas Sparks
Editora: Novo Conceito
Assunto: Romance

Este livro é o retrato de uma relação que resistiu ao teste do tempo e das circunstâncias. 'O Diário de uma Paixão', de Nicholas Sparks, o consagra como um contador de histórias clássicas, com uma perspectiva sobre a emoção única que mantém os seres humanos.





O Diário de Anne Frank
Formato: Livro
Autor: Anne Frank
Editora: Record
Assunto: Biografias/ Autobiografias/ Diários/ Memórias/ Cartas
Este livro é uma edição que traz na íntegra o diário de Anne Frank, com todos os trechos que seu pai cortou para a publicação de 1947, já tão conhecida e lida. É comovente descobrir que mesmo no contexto tenebroso do nazismo e guerra, ela viveu problemas e conflitos de uma adolescente de qualquer lugar e tempo. Anne Frank registrou admiravelmente a catástofre que foi a Segunda Guerra Mundial. Seu diário está entre os documentos mais duradouros produzidos neste século, mas é também uma narrativa tenra e incomparável, que revela a força indestrutível do espírito humano.
A Menina Que Roubava Livros
Formato: Livro
Autor: Markus Zusak
Editora: Intrínseca
Assunto: Romances
Ao perceber que a pequena Liesel Meminger, uma ladra de livros, lhe escapa, a Morte afeiçoa-se à menina e rastreia suas pegadas de 1939 a 1943. A mãe comunista, perseguida pelo nazismo, envia Liesel e o irmão para o subúrbio pobre de uma cidade alemã, onde um casal se dispõe a adotá-los por dinheiro. O garoto morre no trajeto e é enterrado por um coveiro que deixa cair um livro na neve. É o primeiro de uma série que a menina vai surrupiar ao longo dos anos. O único vínculo com a família é esta obra, que ela ainda não sabe ler. Assombrada por pesadelos, ela compensa o medo e a solidão das noites com a conivência do pai adotivo, um pintor de parede bonachão que lhe dá lições de leitura. Alfabetizada sob vistas grossas da madrasta, Liesel canaliza urgências para a literatura. Em tempos de livros incendiados, ela os furta, ou os lê na biblioteca do prefeito da cidade. A vida ao redor é a pseudo-realidade criada em torno do culto a Hitler na Segunda Guerra. Ela assiste à eufórica celebração do aniversário do Führer pela vizinhança. Teme a dona da loja da esquina, colaboradora do Terceiro Reich. Faz amizade com um garoto obrigado a integrar a Juventude Hitlerista. E ajuda o pai a esconder no porão um judeu que escreve livros artesanais para contar a sua parte naquela História.
O Menino do Pijama Listrado
Formato: Livro
Autor: John Boyne
Editora: Companhia das Letras
Assunto: Romances
Bruno tem nove anos e não sabe nada sobre o Holocausto e a Solução Final contra os judeus. Também não faz ideia de que seu país está em guerra com boa parte da Europa, e muito menos de que sua família está envolvida no conflito. Na verdade, Bruno sabe apenas que foi obrigado a abandonar a espaçosa casa em que vivia em Berlim e mudar-se para uma região desolada, onde ele não tem ninguém para brincar nem nada para fazer. Da janela do quarto, Bruno pode ver uma cerca, e, para além dela, centenas de pessoas de pijama, que sempre o deixam com um frio na barriga. Em uma de suas andanças Bruno conhece Shmuel, um garoto do outro lado da cerca que curiosamente nasceu no mesmo dia que ele. Conforme a amizade dos dois se intensifica, Bruno vai aos poucos tentando elucidar o mistério que ronda as atividades de seu pai. 'O menino do pijama listrado' é uma fábula sobre amizade em tempos de guerra e sobre o que acontece quando a inocência é colocada diante de um monstro terrível e inimaginável.
Esses são alguns livros da minha lista. E vocês, meninas? Que livros gostariam muito de ler?

Playlist #4

Postado por:

Tags:

Oi meninas! Hoje temos mais uma playlist. Resolvi postá-la, porque essas músicas de alguma forma marcaram a minha semana e acho que vocês irão gostar muito delas. Hoje temos bandas que eu não conhecia ainda e bandas que viraram lendas do rock.


He Is We - Happily Ever After

Essa música eu descobri por indicação da Mel, do Blog A series of serendipity. Quando eu escutei pela primeira vez, eu me apaixonei pela música. Além de uma letra linda (e que de certa forma explica muito o que tem acontecido comigo nos últimos dias), tem uma melodia íncrivel. Eu mais que indico para vocês!

Avenged Sevenfold - Afterlife

Eu conhecia essa banda por causa de um amigo da faculdade. Na verdade eu comecei escutando Dear God (que eu já indiquei aqui há quase um mês e vale muito a pena conhecer) e por curiosidade acabei procurando outras músicas da banda. E essa foi uma das que eu mais gostei e identifiquei.

Fleetwood Mac - Don't Stop

Sim, eu já indiquei essa música aqui. Mas eu gosto muito dela e nessa semana e a escutei várias vezes. Aliás o Fleetwood Mac é um grupo que eu super indico. Se você quiser conhecer outras músicas deles eu indico: Go Your Own Way, Dreams e Everywhere, que também são lindas!

The Calling - Things Will Go My Way

Eu gosto muito do The Calling e essa música é uma das minha preferidas. Não tenho muito o que dizer sobre ela, ou sobre o grupo, só que vale muito a pena escutar. ^^

Beatles - Love Me Do

Simplesmente The Beatles! Não tem muito o que explicar, não é? Eu sou um tanto suspeita para falar sobre eles. Eu estou sempre escutando alguma música. Apesar de não ser como aquele tipo de fã que sabe tudo o sobre o grupo, eu conheço quase todas as músicas e eu gosto muito deles. É uma banda que nunca ficaria de fora de nenhuma playlist minha. Escutem!

Espero que vocês tenham gostado das indicações. See you later...

Não tenha pressa, apenas se preocupe em viver...

Postado por:

Tags:


Cansei de ficar parada esperando que tudo passe, que o tempo leve tudo de ruim embora. Se você quer que as coisas mudem, levante e faça a diferença. Tombos são necessários e podem sempre ser superados. Não se preocupe em acompanhar os passos dos outros. Siga o seu caminho, olhando sempre para frente e sem se preocupar com quem ou o que ficou para trás. Segure pela mão o que lhe faz bem, porque assim ainda que você mude de caminho tudo permanecerá ao seu lado. Não tenha medo. Medo de errar, de cair, de perder... Medo de que nada de certo. É melhor se arrepender de ter feito algo, do que conviver com o remorso por não ter ao menos tentado. Aproveite a vida. Ela está ai, bem na sua frente, só esperando que você resolva andar junto com ela. Não tente correr. Ande devagar. Admire a paisagem, as pessoas. Experimente o diferente. Faça o que tiver vontade, mas não fique parado. Há tanto para se descobrir, para se aprender... E Deus, como passa tudo tão, mais tão rápido.

Citação: Enjoo

Postado por:

Tags:

Clarissa Corrêa, redatora publicitária e escritora. Autora do livro de crônicas "Um Pouco do Resto" e do livro de frases "O amor é poá". Possui um blog desde 2005. Tem uma coluna no site da revista TPM. Faz os mais variados tipos de freelas. Escreve homenagens, cartas, textos, votos de casamento, agradecimentos, discursos. E também textos para sites e freelas de redação publicitária.

Ando um pouco para dentro, não sei se você entende. Me fechei um pouco, de tudo. Me abri para mim, me fechei para o resto. Ainda não sei se é certo ou no que vai dar, mas garanto que estou me descobrindo um pouco. Não sei se algum dia a gente se descobre completamente, mas por enquanto vou me divertindo, brigando, fazendo barraco e bafão e vez ou outra chorando comigo, como se estivesse num Big Brother onde tem eu e uma câmera me filmando vinte e quatro horas por dia – para que eu assista e assista e assista, incansavelmente, sem pause nem stop.

Estou admirada e perturbada. Deixei de acreditar em algumas coisas bonitas que eu acreditava. Às vezes, tenho medo de endurecer, deixar de ser quem eu sou, esfriar. Mas não é isso que a vida vai tentando fazer diariamente com a gente? Nascemos limpos, livres, abertos. Aos poucos, vamos sujando mãos, cara, alma. Vamos nos prendendo à status, valores, ego, mentiras, imagem, grana. Nos fechamos, com medo. Grades, alarmes, seguranças, proteções, medo do outro, do que a maldade humana é capaz de fazer.

Sempre achei assim: existe uma coisa mais forte que cutuca lá dentro e grita na hora do nascimento essa-pessoa-vai-ser-boa-e-essa-outra-vai-ser-má. É a única explicação que tenho para definir gente como Anna Carolina Jatobá, Alenxadre Nardoni e Antonio Nardoni, advogado tributarista e pai desse monstro horroroso. Me revolto com quem judia de crianças. São frágeis, puras, indefesas. Quem faz alguma coisa contra uma criança, para mim, merece a morte. Uma morte lenta, com direito a unhas arrancadas, pênis fatiado, orelhas decepadas e assim por diante. Essa gente tem que sentir dor, já que não conseguem sentir amor ou ternura.

Não entendo gente que não tem amor. Me causa estranheza. Por isso, cada vez mais, eu olho para dentro. Meu mundo interno é sempre arejado, com flor em vaso, cheiro de lírio e café passado, gosto assim. Por que, aqui fora, tem tanta bagunça? Sabe, eu queria acreditar fundo nas pessoas, mas ando com tanto medo. Depois de algumas experiências e expectativas fraturadas, a gente se protege. Agora, ando de capacete e joelheira quando saio para dar uma volta no mundo de fora. O mundo do jeito que é vezenquando me dói.

Percebo que expectativas fazem a gente se frustrar. Eu queria não esperar nada, não planejar coisa alguma, não nutrir aquele sentimento de espera. Quem tem expectativa espera algo de alguém. E, frequentemente, a gente se decepciona e tem que enfiar a mágoa no lixo da cozinha, amarrar bem e colocar na frente de casa, para o lixeiro levar embora. Mas nem sempre o cheiro a lixo sai de dentro da gente. Fica estragado, feito coisa vencida. Expectativa é isso: alguma coisa que venceu por não ter sido usada. E a gente nada mais tem a fazer, a não ser acender um incenso, comprar um aromatizador de ambiente ou Bom Ar, para tentar amenizar aquele odor que dá náusea.

(Clarissa Corrêa)
DEZOITO PRIMAVERAS - ONLINE DESDE 2012. DESIGN E PROGRAMAÇÃO POR MICHELLY MELO (Eu!). Todos os direitos reservados