Quanto mais acreditamos saber, menos nós sabemos...

Postado por:

Tags:


Pior do que a sensação de ter perdido, é ouvir a sua própria consciência gritar repetidas vezes “Eu estava certa!”, “Você devia ter evitado...” e, claro, a melhor de todas “Eu te avisei!”. Sim, avisou. E como avisou. Mas o que podemos fazer quando o que queremos é mais forte do que qualquer tentativa falha de fazer o que é preciso? O que devemos fazer se o nosso desejo é mais forte do que qualquer lógica? E o que podemos fazer para agir racionalmente quando se trata de algo tão, mais tão emocional?

Sempre me disseram que, quando não sabemos o que fazer, a melhor escolha é seguir o que diz o coração. Já que não há nada mais sincero do que ele. Pois, é esse órgão tão maltratado e tantas vezes ignorado, que é o único capaz de entender os nossos desejos mais profundos. Intensos. Mesmo que estejam muito bem escondidos. Talvez seja por isso que eu não consigo entender, como podemos depositar tanta responsabilidade nele. Decidir o que sentir e por quem sentir... É um fardo muito grande. Sentimentos são, na minha opinião, impossíveis de racionalizar. Escolher. Explicar. E me atrevo a dizer, difíceis até mesmo de senti-los.

Muitas vezes acreditamos saber tudo, sobre tudo. E mal podemos imaginar que, no fundo, não sabemos nada. Nada. É quando mais acreditamos saber que menos sabemos. Sim, é um tanto confuso, eu sei. O que eu posso dizer? Somos seres humanos. Somos todos complicados. Confusos. Teimamos, sempre, em fazer tudo do jeito mais difícil. Fazemos coisas que juramos que jamais faríamos. E por quê? Eu não sei. É como diz uma das frases mais clichês que eu conheço (ainda assim, um dos meus clichês favoritos) “Não viemos com manual de instruções”.

Seria muito mais fácil se, antes de decidir qualquer coisa, pudéssemos ver as consequências que nos traria. Ver qual o caminho mais bonito. E só assim escolher. Eu quero esse! Sim, esse. O que tem pessoas bonitas, lugares bonitos e sentimentos bonitos. O que tem mais vida e mais sorrisos. Fácil assim. Por que não poderia ser assim? Evitaria tantas dores. Lágrimas. Perdas. Corações partidos. Ah! Evitaria tantas coisas...
  1. in love com o teu texto, muito lindo.

    ResponderExcluir
  2. Que lindoooo *-*
    Se interessa em fazer parceria?
    http://foolishhappy.blogspot.com.br/
    xoxo

    ResponderExcluir
  3. Lindo texto, mas me apaixonei mesmo pelo colar! *_* hahahaha
    Te enviei um e-mail sobre parceria, mas já tem algum tempo. Será que foi pra caixa de spam?

    www.karolinevendramini.com

    ResponderExcluir
  4. @Karoline Oi, que linda! Muito obrigada. Com relação ao e-mail, eu não recebi. Realmente deve ter ido para caixa de spam. Já, já eu te mando um e-mail com a resposta okay? :)
    Beijos

    ResponderExcluir

DEZOITO PRIMAVERAS - ONLINE DESDE 2012. DESIGN E PROGRAMAÇÃO POR MICHELLY MELO (Eu!). Todos os direitos reservados