Eu quero tudo isso de volta

Postado por:

Tags:



Sempre pensei que sabia exatamente o que iria fazer da minha vida. Sabe, quando se é criança nós podemos ver tudo de um jeito tão diferente, tão simples. Imaginamos o futuro perfeito e acreditamos que tudo vai realmente acontecer. A gente não pensa nos riscos, no que pode dar errado. Só acredita. Eu acreditava nos meus sonhos. Pensava ter escolhido o caminho certo, as pessoas certas. Quer dizer, eu ainda acredito. Talvez eu ainda acredite. Eu não sei. Não é algo que depende somente da minha vontade.

O que podemos fazer quando tudo dá tão errado? Quando nada mais faz sentido? Eu procuro por essas respostas há tanto tempo. Queria que fossem esses tipos de pergunta que você joga no Google e magicamente aparece à resposta. Seria tão mais fácil. Agora me lembro de uma daquelas frases bem clichês: “Quem disse que a vida é fácil?”. Tudo bem. Legal, concordo com a frase. Mas precisa ser tão difícil assim?

São tantas expectativas, tantas vontades. É ruim pensar que tudo o que eu faço pode magoar alguém. Acho que esse é o maior erro que as pessoas comentem: pensar demais nos outros. Ah!, sei muito bem como é. A minha vida se resume a isso. Não consigo falar ou até fazer algo que possa deixar alguém que eu amo triste. Pode isso? Dar mais importância ao sentimento alheio do que ao próprio? Não estou dizendo que eu deveria ignorar a existência de quem passa do meu lado, mas é só que, poxa... Eu sou mais importante! Eu deveria ser. Não quero deixar a minha vida de lado por pessoas que me esquecem ou só me procuram quando precisam. Quero viver os meus sonhos. Quero ter ao meu lado, pessoas que gostem de mim como eu sou. Sem exigir que eu mude ou viva a vida de outra pessoa. Quero pessoas de verdade, com sentimentos de verdade. Chega de coisas falsas. Chega de esquecer o mais importante. Chega de somente escrever o que eu penso e deixar de viver o que eu quero.

É hora de viver de verdade. Eu me quero de volta. Quero de volta aquela criança que acredita em contos de fadas, que sonhava todos os dias com coisas diferentes. Quero a inocência desse tempo. Quero poder imaginar novos caminhos. Mas acima de tudo, quero voltar a acreditar que esse sonho, esse momento foi feito para mim e que eu posso seguir em frente.


Nossa, fazia muito tempo que eu não postava nenhum texto meu aqui não é? Espero postar mais daqui para frente, mas como o tempo está muito corrido com o final do semestre na faculdade, está difícil conseguir escrever alguma coisa descente hihi. Mas eu vou tentar. :D

Beijão meninas! ♥
  1. É isso, sempre esperamos a maioridade e nos arrependemos, e queremos tudo de volta. Amei o post, sou nova por aqui, e estou apaixonada pelo seu blog. Parabéns!!
    Beijos, Yanne.
    http://blogmodaincomum.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Oi ..amei seu blog ! e ja estou te seguindo..pode conferir ! rs
    dá uma olhadinha no meu depois..quem sabe curte tbm né? haha ! bom dia.

    http://ilovestarandbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. seguindo o blog, segue o meu?

    jacbagis.wordpress.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Mih!
    Sei bem como é isso de colocar o sentimento dos outros acima do seu próprio, porque também sou assim. Às vezes eu estou tão atolada em coisas pra fazer, mas quando uma pessoa querida me pede algo, não consigo negar =/
    Eu também queria voltar a acreditar nas coisas como quando era criança. Acho que é normal a gente desacreditar em coisas assim quando crescemos, e acho que também é normal não sabermos a que destino a vida nos levará. Mas acho que isso muda com o tempo. Eu acho demais né? Espero estar certa, hehe.
    Beijão!

    ResponderExcluir
  5. é esse sentimento que estou sentindo nessas ultimas semanas e é tão estranho, as vezes dá vontade de desisti de tudo, mas então paro e penso um pouco e vejo que são essas momentos difíceis que tornam a vida mais emocionante ~por mais que nós não percebamos na hora~
    Adorei seu texto.
    beijos chuchu!

    ResponderExcluir
  6. Porque tudo quando somos crianças é melhor? é fácil, é feliz? Bom o texto é infelizmente ou até felizmente todoa a verdade, e isso é duro. Mas tem como fugir, tem outra realidade? Vida.. amor, sorrisos, é. Adorei seu texto ;/

    Beijos,7hings.com.br acesse!..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi! Concordo com você. Realmente não tem como fugir. Mesmo sendo ruim, talvez possa vir a ser bom em algum momento. :)
      Beijão!

      Excluir
  7. Oii!
    Concordo com toda a certeza com o que você escreveu, pois passo pelas mesmas coisas, pelos mesmos sentimentos.. é duro né? E acho muito legal quando conseguimos nos expressar através de palavras, acho que é tão aliviante.. pelo menos eu faço o mesmo rs. Simplesmente amei seu texto!
    Se puder visita o meu blog.. é exatamente sobre coisinhas que eu escrevo. Não é lá essas coisas, mas é o que de vez em quando sai rs. E se gostar e quiser, segue lá também.
    Beijos e volto mais aqui!

    http://d-thiefofwords.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Eu adorei esse texto, é uma fase muito complexa e realmente muitas vezes, nos queremos de volta.

    ResponderExcluir

DEZOITO PRIMAVERAS - ONLINE DESDE 2012. DESIGN E PROGRAMAÇÃO POR MICHELLY MELO (Eu!). Todos os direitos reservados