O que eu li: Belle


Para quem não lembra, eu mostrei esse livro na primeira semana do projeto "52 weeks" (aliás, segunda-feira eu prometo que volto a postar as fotos do projeto :s). Pela capa eu achei que fosse só mais um romance igual tantos outros, ainda mais por ser um livro voltado ao público adolescente. Mas eu acabei me surpreendendo com a história. A autora conseguiu criar uma personagem com personalidade forte e decidida.

Belle é uma garota de 15 anos, bonita, inocente e muito inteligente. Apesar de morar em um bordel, a garota nunca soube o que acontecia na casa todas as noites. Sobre instruções rígidas de não sair do porão, Annie – a mãe de Belle – tentava proteger a filha e a mantinha sobre os cuidados de Mog, um mulher doce e que acaba sendo como uma mãe para Belle, já que Annie não é o tipo de mãe gentil e amorosa.

Quando começou a arrumar os quartos das garotas, Belle sabia que tinha de voltar para o porão antes de anoitecer, mas ela acaba pegando no sono e ao acordar uma das garotas está indo para o quarto com um cliente. Desesperada, a jovem se esconde embaixo da cama esperando que consiga sair sem que ninguém a veja. Belle, que sempre achou que as garotas só bebiam e dançavam com seus clientes, naquela noite descobriu o que realmente acontecia nos andares de cima da casa. Enquanto se escondia debaixo da cama, a garota presencia a relação sexual do casal através de um espelho. Mas além de vários palavrões e agressões, Belle conseguiu ver o quando o homem assassina Millie.

Aqui a história realmente começa e a narrativa passa a ser mais rápida. Belle é sequestrada e vendida para um bordel na França para que ela não conte o que viu. Lá ela estuprada por cinco homens e adoece. Depois de ser levada para um hospital, ela é vendida novamente e será levada para New Orleans. A partir de então, Belle aos poucos vai deixando o jeito inocente que a autora descreve no começo da história e mostra uma jovem com maturidade e inteligência avançadas para sua idade. A garota encara com muita coragem tudo o que é imposto a ela, inclusive o fato de ter que se tornar uma prostituta. O que para qualquer jovem seria o fim, para ela foi um meio para voltar para casa.


Eu me irritei com a personagem diversas vezes, já que ela parece que está sempre a procura por problemas. Por vezes, quando ela encontra alguém em que pensa que pode confiar, a pessoa mostra o quanto ela não deve confiar em ninguém. E nessas horas ela não toma nenhuma atitude, ela simplesmente aceita. É como se nesses momentos ela voltasse a ser a menina inocente do começo da história. Mas o que me chamou muito a atenção é que, embora tudo pareça dar errado para ela, Belle mostra muita coragem e vai em busca de uma forma de se ver livre de tudo isso.


A autora – Lesley Pearse – tem uma forma bem detalhada de descrever cada cena. O jeito como tudo é exposto para o leitor, nos dá a impressão de estar assistindo a um filme. Posso dizer que enquanto eu lia, eu pude imaginar cada detalhe de tudo o que acontecia. E acho que este é o fato do livro ter sido tão emocionante e estar entre os meus favoritos. Não é fácil encontrar um livro que nos leve ter esse contato com a história e a autora soube conduzir tudo muito bem.

Belle é um livro forte, além de tratar de um tema importante que, por mais que a história aconteça em 1910, é bastante atual e afeta diversas mulheres e jovens no mundo. Ainda assim, Lesley foi capaz de expor tudo com muita realidade.

Fiquei muito feliz em saber que o livro terá uma continuação e a Editora Novo Conceito já confirmou o lançamento para este semestre!

Beijos!

10 comentários:

  1. Achei interessante a sinopse, acho que pelo que falou também me irritaria com Belle, hein? haha

    bjoks

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito da história, já tinha ouvido falar nesse livro, mas nunca parei pra ler sobre.
    Vou procurar pra comprar, me motivou rs.
    Beijos,

    Gustavo Valim
    Jantando Livros
    http://jantandolivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii :DD
      Leia sim! Você vai gostar da história! :D

      Beijos!

      Excluir
  3. E parece ser bem espesso. :>
    O nome e a capa enganam....a história não é sobre uma menina inocente.mas, sofrida...

    ResponderExcluir
  4. Oie! Eu tenho o livro Roubada da mesma autora e simplesmente não consigo por nada no mundo finalizar a leitura. Acho que isso me deixou muito receosa com o livro Belle. Foi bom ler a sua resenha! Assim eu pude saber mais sobre o enredo e a narração. Acho que darei uma chance ao livro, agora.

    PS: Estou apaixonada no novo layout. Adorei as cores. Seu blog ficou super aconchegante!!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii ;DD
      Esse eu ainda não li, mas acho que você pode gostar desse. :D
      Ah!, muito obrigada Bianca!

      Beijos

      Excluir
  5. Eu sou louca pra ler esse livro, quase o comprei na Bienal, mas na ultima hora acabei deixando pra lá :( A sua resenha me deixou com muito mais vontade porque ja sabia de cor e salteado como era o enredo, mas o jeito que você contou foi diferente.

    Beijos. Tudo Tem Refrão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia sim, Ágata! Você vai adorar ;DD
      Beijos!

      Excluir
  6. tem esse livro vendendo no sebo aqui perto, sempre olho e olho para ele mais no final levo outro, achei essa capa muito estranha (sou do tipo que juga o livro pela capa :/)Se no final de semana quando eu for no sebo nenhum outro livro me chamar muito a atenção eu levo esse. Sua resenha me fez acender uma faísca sobre esse livro :)

    http://ameamai.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii, Caroline!
      Compre sim, você vai gostar bastante! :D

      Excluir