Isabel é uma garota de quatorze anos, bonita e muito inteligente, mas que tem problemas com a sua autoestima. Quando sua tia a convida para ir ao aniversário do seu primo Cristiano, Isabel acaba se apaixonando ele. Mas o garoto se encanta por Rosana, a melhor amiga de Isabel. Em meio a uma confusão de sentimentos, a garota passa a ajudar a amiga escrevendo poemas de amor para Cristiano. Sempre escondendo de todos o seu amor e se declarando a cada carta, mesmo que ele nunca saiba que foram escritas por ela. Como se já não bastasse esse dilema, Isabel também tem que lidar a morte da diretora do colégio. Ela presenciou um momento no mínimo estranho e que pode estar ligado ao assassinato. Com isso Isabel corre perigo.

Confesso que eu já imaginava o tipo de história adolescente, onde as duas amigas brigariam pelo amor do garoto. Mas para minha surpresa isso é tudo o que Isabel não faz. Ela é uma personagem bastante real, fazendo com que qualquer garota se identifique com ela. Há tantas confusões, ilusões, decepções e decisões que devem ser tomadas deixando tudo ainda mais difícil para Isabel!

“Todos me adoram... E quem me ama?”


Gostei muito do livro. É uma leitura rápida, até mesmo porque o livro é pequeno. A história fluí bem e prende o leitor. Ultimamente tenho lido tantos livros de autores internacionais, que já tinha me esquecido de como os autores brasileiros são talentosos e merecem o nosso reconhecimento!

Beijos