Não Conte a Ninguém (Harlan Coben)

Postado por:

Tags:



Depois de tanto ouvir o Matheus falar sobre esse livro (e olha, não foi pouco, rs), eu acabei ficando muito curiosa para conhecer melhor a história. E para dizer a verdade, me surpreendi bastante com esse livro.

O começo é sempre a parte mais difícil para mim. Talvez por não saber exatamente o que esperar, ou por torcer para que aquele livro não me decepcione, por isso acabo demorando um pouco para pegar gosto pela leitura. Acho que esse é o motivo que nunca me deixa abandonar um livro assim logo de cara. Mas Mi, o que isso tem a ver com esse livro? Então, foi uma surpresa para mim ter me identificado com ele logo no primeiro capítulo. Talvez por já começar com um suspense e um história muito intrigante me deixou ansiosa pelas próximas páginas. Encontrar um livro que te prenda dessa forma, hoje, é um pouco difícil. Não digo que é impossível, mas dá um trabalho danado. Mas enfim.

O livro traz a história do Dr. David Beck, um pediatra que perdeu a esposa, Elizabeth, de forma misteriosa durante o 13º aniversário do seu primeiro beijo. Na época do assassinato, o caso foi esclarecido e o principal suspeito foi  KillRoy, um famoso serial Killer responsável por vários assassinatos de mulheres, foi condenado pelo crime.



Oito anos depois David ainda sente a morte de sua mulher e vive apenas para o trabalho, até receber um e-mail que somente Elizabeth poderia ter enviado. Mesmo que não pudesse explicar como e o motivo que fez com que sua esposa só retornasse agora, Beck sabia que ela estava viva. O e-mail deixava claro o perigo que o envolvia e pedia para ele não contasse a ninguém. Todo o suspense que envolve a morte de Elizabeth volta a tona depois dessas mensagens e David que começa a investigar por si só o que aconteceu a oito anos, se torna o principal suspeito pela morte da esposa.
Para: dbeckmd@nyhosp.com
De: 13943928@comparama.com
Assunto: E.P. + D.P. /////////////////////
Vinte e uma barras. Já contei quatro vezes. Uma brincadeira de mau gosto, cruel. Eu sabia. Fechei o punho como se fosse dar um soco. Perguntei-me qual filho da puta tinha enviado aquela mensagem. É fácil se manter anônimo em e-mails – o melhor refúgio de um tecnocovarde. Mas o fato era que poucas pessoas sabiam da nossa árvore e do dia do primeiro beijo.
O que vai acontecer a partir desse ponto impede que o leitor simplesmente feche o livro sem que ler a próxima página. Foi uma leitura muito agradável e rápida. O autor tem uma forma bem simples de descrever os fatos e por mais insignificantes que algumas partes possam parecer, no final elas se mostram importantes para desvendar todo o mistério do livro.
Beijão!
  1. Essa resenha me instigou a ler. Eu já tinha visto esse livro na livraria, mas eu nem me dei ao trabalho de procurar saber mais sobre ele, haha (preguiçosa). Enfim, fiquei muito curiosa para saber o fim da história!
    xo, Nicolle

    Dias e Flores

    ResponderExcluir
  2. O que você disse no início é mesmo verdade! Hoje é dia está um pouco complicado encontrar livros que nos prendam desde o início, então quando vejo algum comentário de alguém que se prendeu à história desde o começo, posso deduzir que o livro é mesmo muito bom! Entrará para a lista, com certeza *-* Beijos ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também sou assim, Kah! rs.
      Livros bons são os que te prendem do começo ao fim :)

      Excluir
  3. té eu fiquei curiosa pra ler. E olha que histórias de suspense e mistério são difíceis de serem bem escritas. Quer dizer, não é nada muito difícil. mas, precisa ser elaborado.
    »» Emilie Escreve .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo Emilie!
      Tem autores que sabem com escrever e chamar a atenção do leitor.

      Excluir
  4. Todo mundo me fala bem desse autor e desse livro mas eu nunca li nada dele, só fiquei na vontade.. Quando eu vi esse livro nas livrarias me chamou atenção pela capa. Eu achei super linda que já coloquei na minha wishlist! E também sou como você, o começo do livro que é um probleminha pra mim também hauhuahua!

    E que lindo o seu blog, adorei! Salvei =)

    ResponderExcluir
  5. Oi Michelly!
    Também gostei bastante do livro e como você disse prende o leitor desde as primeiras páginas, o que deixa a leitura mais envolvente. Também fiz resenha do livro no meu blog :)
    Beijo.

    http://allmylifeinbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

DEZOITO PRIMAVERAS - ONLINE DESDE 2012. DESIGN E PROGRAMAÇÃO POR MICHELLY MELO (Eu!). Todos os direitos reservados