Resenhas

Trago seu amor de volta sem pedir nada em troca Ique Carvalho Ler a resenha
As Coisas Que Fazemos Por Amor Kristin Hannah Ler a resenha
Fortaleza Impossível Jason Rekulak Ler a resenha
Os Três Sarah Lotz Ler a resenha

Slide

Os lançamentosda Editora Arqueiro Confira a lista de livros que serão publicados neste mês! A editora traz livros incríveis para este final de ano.

A MALDIÇÃO DE HOLLOW (NORA ROBERTS) O tempo está acabando. Com o sétimo mês cada vez mais próximo, os nossos seis amigos precisam encontrar algo que detenha Twisse. A cada dia eles conseguem sentir o demônio cada vez mais forte e desta vez ele está usando o medo de cada um para tentar derrota-los.

A CASA DO LAGO (KATE MORTON) "A Casa do Lago" é um romance recheado de mistérios e aventuras. Nele você irá conhecer, a partir do ponto de vista de cada personagem, o mistério que envolve a famosa casa da família Edevane na Cornualha.

31 de julho – A história nunca termina


Lembrar de quem fez um mundo em livros e mostrou que podemos ir além de suas páginas, pois a nossa imaginação não deve ter limites. Histórias que acompanham gerações e uma data que está longe de ser esquecida.

É impossível negar a alegria de abrir um de seus livros e entrar no cenário mágico que nos envolveu por anos, e que com certeza continuará presente por longos anos.

Agradecer a quem tornou tudo isso possível. Quem proporcionou a alegria de chegar numa sala de cinema e ver uma das melhores histórias lidas tomarem vida. A alegria de rir junto com os personagens e chorar com a perda de alguns.

Desejo apenas que a idade não nos faça perder a emoção de abrir aquelas páginas e nos sentir em casa.

A história que amamos nunca termina. Se você voltar às páginas ou olhar para a tela novamente, Hogwarts estará lá para te receber de braços abertos.



*Momento: Não gosto de usar, mas amo esse gif. ^^

#100happydays

Mais uma semana do desafio. Para quem não conhece, fiz uma postagem no comecinho da semana explicando tudinho sobre o projeto









E para quem quiser acompanhar, basta seguir no Instagram!

Beijos

6 livros para ler nas férias

Sempre passo o semestre inteiro desejando as minhas férias da faculdade, mas quando enfim chegam não faço nada. Dessa vez resolvi escolher alguns livros que quero muito (muito mesmo!) ler. Ainda estou com dois que preciso terminar (e logo vou postar as resenhas aqui no blog), mas para quem começou as férias na semana passada, ainda tem muito tempo para ler mais alguns. Enfim.



1. Quando você voltar
Como tantos casais, Michael e Jolene não resistiram às pressões do dia a dia e agora estão vendo seu relacionamento de doze anos desmoronar. Alheio à vida familiar, Michael está sempre mergulhado no trabalho, não dá atenção às duas filhas e não faz a mínima questão de apoiar a carreira militar da esposa. Então Jolene é convocada para a guerra. Ela sabe que tem um dever a cumprir e, mesmo angustiada por se afastar de casa, deixa para o marido a missão de cuidar das meninas e segue para o Iraque. Essa experiência mudará para sempre a vida de toda a família, de uma forma que ninguém poderia prever.

2. Depois dos quinze
Bruna Vieira tem 18 anos, é colunista da Revista Capricho e dona de um blog chamado Depois dos Quinze. Começou a escrever porque descobriu que o amor da sua vida era na verdade o amor de uma das centenas de fases que ela já viveu. Desde então, com a ordem das palavras escritas e compartilhadas nas redes sociais, Bruna superou a timidez, viajou para a Europa, fez duas tatuagens, mudou de vez para São Paulo e tornou-se uma das adolescentes brasileiras mais influentes da internet com milhares de fãs-leitoras-amigas-seguidoras. Nesse livro você encontra uma mistura de histórias, desabafos e segredos de uma garota que nasceu no interior, ama animais, usa boinas coloridas e ainda acredita no amor simples e verdadeiro.

3. O caminho para casa
Uma história inesquecível sobre a capacidade de cura do coração, a importância da família e a coragem necessária para perdoar as pessoas que amamos. O caminho para casa aborda questões profundas sobre maternidade, identidade, amor e perdão. Comovente, transmite com perfeição e delicadeza tanto a dor da perda quanto o poder da esperança. 

4. Confie em mim
Os primeiros relatórios não revelam nada importante. Porém, quando eles já começavam a se sentir mais tranquilos, uma estranha mensagem muda completamente o rumo dos acontecimentos: "Fica de bico calado que a gente se safa."

Perto dali, a mãe de Spencer, Betsy, encontra uma foto que levanta suspeitas sobre as circunstâncias da morte de seu filho. Ao contrário do que todos pensavam, ele não estava sozinho naquela noite fatídica. Teria sido mesmo suicídio?

5. Seis anos depois
Primeiro lugar na lista de mais vendidos do The New York Times. Harlan Coben já vendeu mais de 60 milhões de livros no mundo. Em Seis Anos Depois Harlan Coben usa todo o seu talento para criar uma trama sensacional sobre um amor perdido e os segredos que ele esconde. 

6. Se eu ficar
A última coisa de que Mia se lembra é a música. Depois do acidente, ela ainda consegue ouvir a música. Ela vê o seu corpo sendo tirado dos destroços do carro de seus pais, mas não sente nada. Tudo o que ela pode fazer é assistir ao esforço dos médicos para salvar sua vida, enquanto seus amigos e parentes aguardam na sala de espera... e o seu amor luta para ficar perto dela. Pelas próximas 24 horas, Mia precisa compreender o que aconteceu antes do acidente e também o que aconteceu depois. Ela sabe que precisa fazer a escolha mais difícil de todas. Se ela ficar...

E aí, quais livros vocês vão ler nas férias?
Beijos

Do it yourself: Não é tão difícil assim #4

Nem acredito que consegui manter o dia da postagem da tag. Apesar que já ser quase o finalzinho dia, ainda estamos na terça-feira, então está valendo rs.

Bem, como eu disse na semana passada, o post de hoje será exclusivo para explicar como modificar a área de comentários no blogger. Não só no template mínima como em outros templates do blogger, os comentários não vêm com a opção de "responder" adicionada no código, por isso é necessária uma alteração para que funcione. Lógico que isso altera também o CSS, por isso a explicação de hoje é mais longa.
Alterando o código
Localize o código abaixo:
<b:include data='post' name='post'/>
<b:if cond='data:blog.pageType == &quot;static_page&quot;'>
<b:if cond='data:post.showThreadedComments'>
<b:include data='post' name='threaded_comments'/>
<b:else/>
<b:include data='post' name='comments'/>
</b:if>
 </b:if>

E substitua todo o código acima por:
<b:include data='post' name='post'/>
<b:if cond='data:blog.pageType == &quot;static_page&quot;'>
<b:if cond='data:post.showThreadedComments'>
<b:include data='post' name='threaded_comments'/>
<b:else/>
<b:include data='post' name='comments'/>
</b:if>
</b:if>
<b:if cond='data:blog.pageType == &quot;item&quot;'>
<b:if cond='data:post.showThreadedComments'>
<b:include data='post' name='threaded_comments'/>
<b:else/>
<b:include data='post' name='comments'/>
</b:if> </b:if>

Lembrando que por padrão estamos usando Template Mínima, para fazer o download do código basta clicar aqui.

Agora o CSS! Depois da alteração no código as opções para personalizar o formulário de comentários muda bastante da versão original, pois te dá mais possibilidades para personalizar. Com isso é precisso adicionar ao seu CSS o código abaixo. Para ficar de uma forma melhor de ser organizada, recomendo que você substitua o CSS original dos comentários por este.

No template Mínima é fácil de encontrar esta parte, pois a mesma vem sinalizada. Ou seja, você pode encontrar pocurar pela linha "Comments". Depois de localizar basta substituir.



Prontinho! Fácil não é?

Beijos!

#100happydays

Ei ei!
Comecei essa semana do projeto muito, muito animada. Para começar, tivemos mais postagens no blog! Sim, acabei me empolgando um pouco e deixei algumas postagens já programadas para semana que vem também. Espero de verdade que esssa animação continue.

Sobre o desafio, é uma pena ter que escolher uma única foto que represente algo importante e feliz do seu dia, mas está sendo muito divertido. Para quem não conhece, fiz uma postagem no comecinho da semana explicando tudinho sobre o projeto.









E para quem quiser acompanhar, basta seguir no Instagram!

Beijos

Algumas mudanças são indispensáveis

Sabe, já fomos pessoas melhores. Eu já fui melhor.

Decidi começar do zero. Jogar fora toda essa bagunça de sentimentos. Não quero que seja mais um dos meus dramas, onde sempre coloco a culpa de tudo dar errado em algo que eu desconheço. Ou melhor, algo que eu não quero conhecer. Decidi que está na hora de assumir os meus medos e encará-los de frente, como tem que ser. Como eu já deveria ter feito. Não é hora de olhar para trás e continuar cultivando as mesmas mágoas. Acho que já bati a cabeça muitas vezes no mesmo erro. Chega uma hora que é preciso entender e aceitar que tudo mudou. Que eu mudei.

Eu achava que tinha orgulho da pessoa que eu me tornei, mas percebi que senti mais orgulho ainda quando percebi que eu preciso mudar. Que o que eu sou já não me basta. Precisei de muito tempo para entender que mudanças são necessárias, mas que para isso é preciso muita coragem.

Entendam, não quero dizer que me arrependo de ser exatamente como sou hoje. Também preciso dizer que no meio desse caminho surgiram grandes escolhas e muitas delas, no auge do meu medo, deixei que o tempo decidisse por mim. Não vou dizer que não mudaria nada. Mudaria sim e muitas coisas. Mas acredite, não seria nada se não tivesse passado por tudo isso.

Sei que ainda preciso aprender muitas coisas. Também preciso tomar as minhas próprias decisões e que tenho muitos assuntos inacabados para serem resolvidos. Mas estou feliz. Talvez esteja mais feliz do que eu tenho sido nos últimos meses. Só desejo ter coragem o suficiente e não desistir do que está por vir. Sei que a vida passa muito rápido, mas também sei que ela me reserva grandes histórias.

Do it yourself: Não é tão difícil assim #3


Headings
As "heading tags" (tags de cabeçalho) são bastante importante para o blog. Elas controlam a estrutura geral do seu layout, informando aos mecanismos de busca qual é o conteúdo que tem mais importância na página. A mais importante é a tag h1 e a menos importante é a tag h6.

No blogger a tag h2 refere-se a data da postagem e ao título dos widgets, portanto, poder ser que ao atribuir a tag h2 como “título” dentro de seu post, a fonte fique com a mesma formatação css referente a data ou aos títulos de seus widgets. Enquanto a tag h3 é representada pelo título da suas postagens. De uma forma mais fácil:

H1 - O títilo do blog;
H2 - O título de cada gadget da sidebar e a data;
H3 - Título da postagem;
H4 - Fica mais escondidinho, mostra o número de comentários ao abrir uma postagem.

Post
Data: No template Minima, a data está representada pelo h2.date-header.
Post: É o segundo elemento do código. Se refere a toda a área dos posts. No template Minima está representado por: .post.

  • .post-body – se refere somente ao corpo do post. Os estilos que você aplicar neste trecho valerão somente para o corpo do texto das postagens. 
  • .post p: Representa o paragrafo do post. Neste trecho você pode adicionar um recuo de texto, e para isso use a propriedade text-indent.
  • .post h3: O titulo do post. Nesta parte que você pode acrescentar imagem, borda, tamanho da fonte, cor da fonte, alinhamento do texto, entre outros, para se aplicar a todos os títulos de suas postagem.
  • .post h3 a - Link ativo.
  • .post h3 a:visited - Link já visitado.
  • .post h3 a:hover - Mouse em cima

Imagem do Post: É representado pela tag .post img. Todos os efeitos que você quiser adicionar nas suas imagens das postagens devem ser acrescentados nessa tag. Se no seu template não tiver este trecho, você poderá acrescentá-lo e incluir estilos a sua maneira.

Rodapé do Post: No template Mínima é representado pela tag .post-footer.
Links dos comentários: É representado pela tag .comment-link.
Blockquote (citações): Pode ser modificado na tag .post blockquote.

Esse são as tags básicas da área de postagem. Na próxima semana, preparei uma postagem para a área dos comentários que precisa de uma pequena alteração no código. Então será um post mais longo.

Beijos

#100happydays – Você consegue ser feliz por 100 dias seguidos?


Para quem me acompanha no Instagram, percebeu que ando postando mais fotos que o normal. A verdade é que a culpa pela overdose de fotos foi mais pelo período que eu fiquei sem o meu celular. Então aproveitei e postei todas quase que de uma fez só. Aproveitando o ânimo, criei coragem para começar mais um projeto fotográfico bem bacana e que a cada dia vem ganhando cada vez mais espaço na internet: 100 Happy Days.

Você conseguiria ficar feliz durante 100 dias seguidos?


O desafio consiste em enviar uma foto do que te fez feliz a cada dia! Pode ser qualquer coisa. Um encontro com os amigos ou até mesmo uma sobremesa na hora do almoço. Qualquer detalhe que faça do seu dia mais feliz.

O desafio de #100happydays é para você e não para ninguém mais.


Vale lembrar que não é uma competição de felicidade ou uma demonstração pública. Se você tentar agradar ou deixar outros com inveja através das suas fotos você perde antes mesmo de começar. A mesma coisa vale para roubar.

E quem quiser participar ou saber mais sobre o projeto, basta acessar o site.

No final de cada semana farei a postagem com as fotos do desafio, mas para acompanhar as minhas postagens é só me seguir no Instagram.

Beijos!

Campanha: A vida é muito curta para o emprego errado

Dia desses eu estava conversando com um amigo, quando ele me falou sobre uma campanha alemã. Na verdade, foi o título que me deixou bastante curiosa e me fez sair pesquisando sobre a campanha na internet. E achei algumas coisas que valem a pena vocês conhecerem.

A campanha "A vida é muito curta para o emprego errado”, foi criada para mostrar os “bastidores” das máquinas, como se dentro de cada máquina de sorvete, jogos ou música, tivesse, na verdade, uma pessoa trabalhando.


O jobsintown.de é um site de empregos alemão que buscava melhorar os negócios e tornar-se uma referência internacional. Por isso contrataram a agência de publicidade alemã Scholz & Friends, pedindo que fizessem a campanha publicitária que mostrasse os “bastidores” das máquinas. É como se dentro de cada máquina de sorvete, jogos ou música, tivesse, na verdade, uma pessoa trabalhando.











Chegou rápido, mas chegou cheio de surpresas!


Aos 15 eu não imaginava que os anos passariam tão rápido. Tinha alguns planos, como qualquer adolescente. Mas diferente da maioria eu não queria crescer. Tinha um medo danado de ter que encarar a vida adulta, de ver o tempo passar depressa e perder momentos incríveis. Via o mundo como um monstro gigante, o qual eu nunca conseguiria enfrentar. Fui empurrando o tempo com a barriga. Deixei grandes decisões de lado, afinal tinha todo o tempo do mundo. Eu não tinha pressa.

Olhando para trás, hoje, sei que foi uma bobagem minha. Eu esperava que a vida parasse o seu curso e me desse à chance de criar coragem antes de seguir adiante. Mas o tempo não para. Pelo contrário, ele anda com passos largos e ai de quem não conseguir acompanhar.

Hoje, aos 21, tenho algumas boas histórias para recordar. Entendi que não posso impedir que os anos passem, mas posso escolher como vou lembrar de cada um deles. E sei que posso contar com pessoas incríveis ao meu lado. Sei que assim como eu, cada um deles fariam qualquer coisa para que tudo fique bem. Acho que é isso o que torna a vida mais leve: estar rodeado de pessoas que você queira o bem e que eles te queiram o bem de volta.

Agradeço todos os dias aos fofinhos da minha vida por toda a paciência e por me darem a chance de errar. Obrigada também a um dos maiores presentes que ganhei nos últimos dias: já posso dizer oficialmente que eu sou Tia! <3 Apesar de ainda achar que eu sou nova demais para o cargo. Mas enfim. Mais um aniversário. Que venham muitos sonhos para serem realizados.

É, 21 anos. Eu to ficando velha, gente.

Relembrando: 8 doces que marcaram a minha infância

Postado por:
Que toda criança gosto de um bom doce não é novidade. Até porque todos nós já passamos por isso um dia. Antigamente, longe de toda esse vício pela internet, alguns dos maiores prazeres do dia era ver a minha mãe chegando em casa com um desses doces ai em baixo (ainda preciso explicar o motivo de eu não ser magra? haha). Claro que esses não são os únicos, mas são os preferidos da minha infância.

Começando sempre pelas patinhas
<3
Um dos melhors até hoje <3
Dadinho *-*
<3
Moedinha de 1,00.
Eu só comia em volta. e deixava sobrar o personagem
Chiclete com anél! *-* E para tirar isso do dedo?

E aí, quais eram os prefeirdos de vocês?
DEZOITO PRIMAVERAS - ONLINE DESDE 2012. DESIGN E PROGRAMAÇÃO POR MICHELLY MELO (Eu!). Todos os direitos reservados