Quem sabe mais tarde


Imagem fonte

Dia desses, lendo uma das crônicas da Martha Medeiros, me deparei com uma frase que me chamou a atenção. Dizia mais ou menos assim: "Se tem algo que não dilata espontaneamente é o tempo, ao contrário, está cada vez mais apertado". O texto falava sobre coisas onde é preciso forçar a barra, ou, como a própria autora descreveu, é preciso "extrair na marra". Não sei o que foi que me prendeu a atenção, que fez com que uma frase me perturbasse tanto, mas aconteceu.

Puxando na memória, fui tentando associar as coisas. Foi só no finalzinho do dia, na faculdade, que me dei conta, que eu consegui entender. Com tantas coisas que eu precisava (e não queria) fazer, percebi que fui elimando da minha lista coisas que eu queria fazer, fui exluíndo as minhas vontades.

Se você tem uma prova ou um trabalho gigante para fazer, automaticamente você tira da sua lista aquela saída do final de semana para sobrar mais tempo. O mesmo acontece no trabalho. Quando você se dá conta, o tempo está passando e os seus sonhos, desejos, vontades, vão ficando para trás.

Foi então que eu entendi o que ela quis dizer. Se não nos forçarmos a seguir o que queremos, o que desejamos, vamos permanecer presos naquela mesmice, enquanto o tempo trata de nos mostrar que a vida está passando e você está deixando tudo para mais tarde.

3 comentários:

  1. Michelly, primeiramente, seu blog é MUITO LINDO. Adorei o layout. Acabei de conhecer ele, vi seu link lá no blog da Gabi (Fluffy).
    Sobre o post, se for parar pra pensar é isso mesmo, a gente nunca tem "tempo" para fazer o que realmente queremos, pois sempre tem algo para fazer, no meu caso é com o trabalho e com a faculdade, quando não tem isso, tem casa, tem os pais. Sempre haverá algo. Estou na busca de mudar isso, sem me estressar. Digo isso, pois tentei estudar muito muito no começo da faculdade para não me irritar no final, não adiantou, estou no final do ano e quebrando a cabeça com um monte de coisa, fora que no meu trabalho eu preciso fazer relatório diário do que estou fazendo, é uma pressão a mais para trabalhar. O difícil é conseguir se livrar um pouco disso para fazer o que se deseja, eu gostaria de trabalhar com freela em design gráfico, mas que tempo tenho? E o blog? E meus desenhos? Queria tempo para tudo isso. Haha acho que meio que desabafei aqui, desculpe.
    Um beijo | Pretty Things!

    ResponderExcluir
  2. Oi Michelly, tem um tempinho que não volto aqui, hehehe.
    O layout novo está lindo demais, como o anterior, e o anterior a esse... Estou com a sensação que sempre que eu voltar aqui vai ter uma coisa nova no design e vou amar!
    A sensação de que não tem tempo pra fazer nada pra mim é diferente. Às vezes que acho que tempo até tenho, o problema é que coisas 'desnecessárias' são colocadas pra fazer muito próximas e acaba que não dá pra fazer nada direito... As nossas metas são burladas...
    Abraços e até mais! | Saphy

    ResponderExcluir
  3. Eu digo que nossas responsabilidades vão tragando o nosso tempo. E daqui a um certo período, não vai sobrar nenhum espaço para o lazer. Eu sei disso porque passei uma fase num trabalho que tomava grande parte do meu dia e arruinava meus fins de semana (sem falar que me deixava doente). Então, se possível, as pessoas devem dosar as atividades. ••● @ emilie

    ResponderExcluir