Resenhas

Trago seu amor de volta sem pedir nada em troca Ique Carvalho Ler a resenha
As Coisas Que Fazemos Por Amor Kristin Hannah Ler a resenha
Fortaleza Impossível Jason Rekulak Ler a resenha
Os Três Sarah Lotz Ler a resenha

Slide

Os lançamentosda Editora Arqueiro Confira a lista de livros que serão publicados neste mês! A editora traz livros incríveis para este final de ano.

A MALDIÇÃO DE HOLLOW (NORA ROBERTS) O tempo está acabando. Com o sétimo mês cada vez mais próximo, os nossos seis amigos precisam encontrar algo que detenha Twisse. A cada dia eles conseguem sentir o demônio cada vez mais forte e desta vez ele está usando o medo de cada um para tentar derrota-los.

A CASA DO LAGO (KATE MORTON) "A Casa do Lago" é um romance recheado de mistérios e aventuras. Nele você irá conhecer, a partir do ponto de vista de cada personagem, o mistério que envolve a famosa casa da família Edevane na Cornualha.

A Cabana (Willian P. Young)

Postado por:

Já disse algumas vezes por aqui, mas acho extremamente difícil falar sobre um livro que foi capaz de me fazer pensar e repensar tantas coisas ao mesmo tempo. É como se qualquer descrição que eu tente fazer não fosse capaz de mostrar a sua importância.

São poucos os livros que possuem essa magia. Poucos autores conseguem tocar o leitor de forma tão profunda. E encontrar um livro capaz de te trazer esse sentimento torna a sua vida mais feliz. Exagero? Talvez. Acho que é o mais próximo que consigo chegar de descrever o que alguns livros já me fizeram sentir.

Enfim.

O livro de hoje não está entre os últimos lançamentos, mas está entre os mais vendidos. Sempre tive curiosidade em conhecer um pouco mais sobre essa história e não me arrependo muito de não ter lido antes.

Se você odiar esta história, desculpe, ela não foi escrita para você.

A Cabana” traz a história de Mackenzie Allen Philips, homem religioso e que carrega uma dor imensa. Foi durante um passeio de família em que Missy – a filha mais nova de Mack – desapareceu. Mais tarde, indícios levam a acreditar que a garotinha foi sequestrada e brutalmente assassinada em uma cabana abandonada. Uma perda que deu início a “Grande Tristeza”, fazendo com que Mack perdesse a fé e culpasse Deus pela morte da sua garotinha.

Deus não precisa castigar as pessoas pelos pecados. O pecado já é o próprio castigo, devora as pessoas por dentro. O objetivo de Deus não é castigar, Sua Alegria é curar.

Quase quatros anos depois, Mack recebe um bilhete misterioso irá convidá-lo a retornar a mesma cabana. Intrigado, ele acredita que foi Deus quem enviou o bilhete, ou mesmo o assassino da sua Missy. Disposto a desvendar esse mistério e enfim conseguir respostas para sua “Grande Tristeza”, Mack resolve retornar a cabana, dando início a sua pequena jornada para conseguir as respostas que sempre buscou.

Um Deus infinito pode se dar inteiro a cada um de seus filhos. Ele não se distribui de modo que cada um tenha uma parte, mas a cada um ele se dá inteiro, tão integralmente como se não houvesse outros.

Uma história para ler com a mente aberta, sem preconceitos, sem julgamentos. Willian P. Young apresenta um conceito de fé tão real e ao mesmo tempo diferente do que estamos acostumados. Não é um livro sobre religião, sobre certo ou errado. Este é um livro sobre amor, sobre o seu relacionamento com Deus. Se decidir ler, faça de coração aberto, disposto a refletir sobre a história. Do contrário: este livro não foi escrito para você.

Uma carta em branco

Postado por:

Tags:


Foi inútil. Mais uma vez larguei tudo sem ao menos ter começado. É sempre assim: quando as lembranças vão surgindo me vem uma vontade enorme de escrever. Como uma necessidade de colocar todo esse sentimento para fora, na esperança de que você, de alguma forma, pudesse ler. Bobagem. Acabo encarando a mesma tela em branco, a mesma tela que aguarda ansiosa por uma nova história. História esta que só desta vez poderia ser diferente, poderia ser alegre.

Eu nem me lembro quando foi a última vez que consegui escrever sem precisar apagar algumas frases. Ultimamente tudo parece com um desabado. Vou atropelando as palavras, esqueço o bom senso e me perco tentando entender o que aconteceu. Quando foi que as coisas mudaram, quando eu mudei.

Mas tudo isso é inútil. O tempo castiga demais quem não sabe esperar. Desde cedo é preciso aprender a ter paciência e acreditar que tudo deve acontecer no seu devido tempo. Talvez você saiba que ainda não aprendi a conviver com isso. Sou cheia de urgências, de agoras, e isso torna tudo ainda mais difícil.

Não consigo organizar o que penso. As ideias vêm e vão, e você está em todas elas. Apago, mudo frases de lugar, mas ainda assim eu não consigo. Escrever tornou-se desgastante demais. Tenho medo de me trair em minhas próprias palavras. Era um mundo completamente meu, sabe? Cada texto era um espelho de quem já fui um dia. Hoje já não consigo me encontrar neles. Até isso você mudou em mim.

Talvez seja a última carta

Postado por:

Tags:


Eu cansei de te avisar. Sei que não sou o tipo de garota que saí por aí contando o que sente, ou explicando o que há de errado. Não, eu não sou assim e você sempre soube disso. Mas as poucas vezes em que eu baixei a guarda, em que não pude esconder o medo, eu disse... Disse com todas as letras que não aguentava mais. Você tentou levar as coisas do seu jeito, empurrando para o tempo dar conta de resolver. Eu quis tanto que você tivesse acreditado em mim, que tivesse me escutado, de verdade, sem medo de perder o que não tinha.

Não dessas que quer toda a atenção, que quer ver você correndo atrás. Sei que por nem um instante você imaginou que eu fosse assim. Você sempre soube que não sou fácil. O que quero dizer é que eu sou teimosa, sou o tipo que insiste no que acredita, mesmo que o barco esteja naufragando. E você sabia disso, não é? É por isso que chegamos nesse ponto. Eu acreditei, eu insisti, mas querer tanto algo quando os ventos apontam para o outro lado é desgastante. É mais do que eu poderia aguentar. Ainda assim, estou aqui... Esgotada, mas certa de que não errei. Certa que a tempestade vai passar e, enfim, irei ver a praia novamente.

Livros: Para começar o ano

Faz muito tempo que não separo um tempinho para escrever sobre os lançamentos que ganharam a minha atenção. Para falar a verdade (como já disse no post anterior), o ano de 2015 foi um fiasco com relação a leitura e espero muito mudar isso neste novo ano. Então, resolvi separar alguns dos livros que estou ansiosa para conhecer e alguns que já estavam na minha lista no ano passado, mas não tive a chance de ler.

1. À espera de Romeu
Confesso, não faz parte do estilo de livro que costumo ler. Aliás, há algum tempo que não leio histórias sobre magia, com mundos diferentes do nosso. Os últimos livros que li estavam bem próximos da realidade e sinto falta de conhecer algo diferente, que me faça imaginar um mundo novo. Por isso este me chamou muito a atenção. <3

2. Ela está em todo lugar e 3. A dama da meia-noite
Mais dois lançamentos da Editora Gutenberg que me surpreenderam no ano passado. Uma pena que deixei os livros de lado. São dois livros que além de ter me ganhado pela capa, chamaram a atenção pela história.


1. Esperando por Doggo
Desde "Marley&Eu", eu fujo de histórias com cachorros, mas essa parece ser surpreendente e divertida.


1. Depois de você
Não me conformo por não ter lido "Como eu era antes de você" ainda. Se eu vou ler o primeiro, com certeza o segundo irá para minha lista também.

3. Para todos os garotos que já amei e 4. P.S.: Ainda amo você
Dois livros lindos! <3


1. O que há de estranho em mim
Não gostei muito do "Se eu ficar", por isso não li mais nada da autora. Mas esse me chamou a atenção e não custa nada arriscar não é?


10 coisas para 2016


Se existe algo que sempre me inspira mais e mais é o começo do ano. Me deixa extremamente feliz saber que terei um ano inteirinho cheio de novas oportunidades para mudar. Penso na quantidade de coisas que quero fazer, que quero conhecer e pronto, já imagino um ano perfeito.

Não sei o que acontece daí para frente, não sei se foi apenas o caminho errado, mas o tombo é sempre grande. Me perco nas minhas próprias expectativas, nos sonhos acumulados de anos anteriores. A esperança de ser ano completo, acaba antes mesmo do carnaval.

Sou desorganizada demais. Me distraio com facilidade, principalmente quando surgi algo fora do que eu já havia planejado. Bobeira a minha, sempre imagino que tudo pode ser controlado, milimetricamente programado. Esqueço que o acaso faz parte da vida.

Enfim. Esse ano quero tentar fazer tudo diferente. Quero tentar me organizar melhor, tentar ser alguém melhor. Por tanto tempo esqueci o que queria para mim, pensando apenas no que podia fazer para os outros. Sei que nisso eu não estou sozinha, não sou a escolhida da vez. É triste saber que tantas pessoas cometem o mesmo erro. Sorte daquele que percebe a tempo o que e quem realmente importa. Mas isso é assunto para outro texto.

Hoje quero aproveitar para compartilhar algumas das minhas metas para 2016. Nunca fui de criar listas, então comecei de um jeito modesto e com coisas possíveis de alcançar. Essa é só a primeira parte. Não gosto de criar metas com prazos longos. Quanto mais tempo me dou para fazer algo, mas deixo de lado. Vamos lá.


  1. Ser mais organizada.
    Não só com blog ou com a faculdade, mas com a vida. Até as coisas mais simples precisam de um pouco de organização.
  2. Parar de procrastinar.
    Acho que resolvendo o primeiro item já será uma boa ajuda.
  3. Começar alguma atividade física.
    Não dá para negar, mas tudo quanto é rede social você começa a ver pessoas indo atrás de uma vida fitness. Não é o que eu quero para mim, mas quero cuidar mais da minha saúde. Do ano passado para cá venho sentido muito o peso dessa vida sedentária.
  4. Ler e ler muito.
    2015 foi uma vergonha para mim. Sempre fui o tipo de pessoa que não larga o livro, mas a falta de ânimo vem tomando conta.
  5. Ter mais tempo para cuidar de mim.
    Se tem algo que eu sinto falta é isso: estar sozinha. Não falo de me sentir sozinha, mas estar comigo mesma. Fazendo algo que gosto e que seja para mim.
  6. Cuidar melhor o blog.
    Nem preciso explicar o porque disto não é?
  7. Encontrar um trabalho que eu goste.
    Busca algo em que eu possa fazer o que sempre gostei e o que eu imaginei quando comecei a faculdade.
  8. Sair mais.
    Quero conhecer novos lugares, quem sabe até conseguir tempo para viajar.
  9. Estudar mais.
    Existem algumas coisas que sempre tive vontade de aprender, mas vivo arranjando desculpas.
  10. Ser mais paciente.
    Beleza, não é o tipo de coisa que dá para mudar de uma hora para outra, mas Deus sabe o quanto eu venho tentando.

#221BBack: Sherlock em "A Noiva Abominável"


Você sabe que 2016 vai ser bom quando no primeiro dia do ano saí o novo episódio de Sherlock, a série britânica da BCC. O Especial, depois de meses de espera, foi divulgado e como era de se esperar, está surpreendente. Além de já ter alcançado a casa dos 8,4 milhões de telespectadores só na Inglaterra.

"A Noiva Abominável" leva a séria pela primeira a época vitoriana, deixando em segundo plano o século XXI. Voltamos a Londres de 1895 com um caso intrigante: o aparente suicídio de Emelia Ricoletti e sua aparição horas depois com sede de vingança.



O fantasma de Mrs Ricoletti agora parece estar rondando as ruas com uma grande sede de vingança. Dos nevoeiros do distrito de Limehouse às entranhas de uma igreja em ruínas, Holmes, Watson e seus amigos devem usar toda a sua astúcia para combater um inimigo aparentemente de além-túmulo e finalmente, a verdade chocante sobre a Noiva... Abominável!


Que venha a quarta temporada! <3 Em 2017. :(
DEZOITO PRIMAVERAS - ONLINE DESDE 2012. DESIGN E PROGRAMAÇÃO POR MICHELLY MELO (Eu!). Todos os direitos reservados