Talvez seja a última carta

Postado por:

Tags:


Eu cansei de te avisar. Sei que não sou o tipo de garota que saí por aí contando o que sente, ou explicando o que há de errado. Não, eu não sou assim e você sempre soube disso. Mas as poucas vezes em que eu baixei a guarda, em que não pude esconder o medo, eu disse... Disse com todas as letras que não aguentava mais. Você tentou levar as coisas do seu jeito, empurrando para o tempo dar conta de resolver. Eu quis tanto que você tivesse acreditado em mim, que tivesse me escutado, de verdade, sem medo de perder o que não tinha.

Não dessas que quer toda a atenção, que quer ver você correndo atrás. Sei que por nem um instante você imaginou que eu fosse assim. Você sempre soube que não sou fácil. O que quero dizer é que eu sou teimosa, sou o tipo que insiste no que acredita, mesmo que o barco esteja naufragando. E você sabia disso, não é? É por isso que chegamos nesse ponto. Eu acreditei, eu insisti, mas querer tanto algo quando os ventos apontam para o outro lado é desgastante. É mais do que eu poderia aguentar. Ainda assim, estou aqui... Esgotada, mas certa de que não errei. Certa que a tempestade vai passar e, enfim, irei ver a praia novamente.
  1. Que texto lindo <3 Adoro quando a pessoa sabe organizar as palavras de forma que a leitura fique gostosa, assim como você fez!
    Parabéns!
    Beijos
    www.jornalistacuriosa.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oii gostei do seu blog.
    Se puder fazer uma visitinha no meu blog http://blogdaheloisaa.blogspot.com.br/
    bjos e sucesso com seu blog

    ResponderExcluir

DEZOITO PRIMAVERAS - ONLINE DESDE 2012. DESIGN E PROGRAMAÇÃO POR MICHELLY MELO (Eu!). Todos os direitos reservados