Para matar a saudade: RBD

Voltando do trabalho na quinta-feita, começou a tocar Tras de Mi no meu celular e bateu uma vontade de revirar algumas recordações. Posso dizer que estavam muito bem escondidas no meu quarto e há bastante tempo. Então tirei algumas fotos e não resisti a vontade de criar um post só para relembrar.


Acompanhei a novela logo nos primeiros capítulos, isso graças a minha irmã. Sempre tive uma queda por novelas mexicanas, assistia todas que passam no SBT, então com Rebelde não foi diferente. A novela, que foi transmitida no Brasil em 2005, conquistou o mundo, visitou 23 países, 116 cidades, vendeu mais de 66 milhões de discos, 17 milhões em vendas digitais, 4 milhões de DVDs e 2 milhões de ingressos.


Comecei a colecionar os CDs, DVDs, revistas, pôsteres, figurinhas, tudo o que falava sobre o RBD eu guardava. Também foi quando o meu espanhol deslanchou. Afinal qual fã não aprendeu o espanhol por causa do banda? Claro, com tudo isso, eu arranjei uma guerra em casa já que a minha mãe achava que tudo isso era loucura. Por isso ela não me deixava ir aos shows e eu que no início tinha só 13 anos e não trabalhava, não tinha muita opção. Foi apenas no último show do grupo em São Paulo, que eu tive a chance de vê-los ao vivo.

Meu pai ia ao México algumas vezes a trabalho, e quando encontrava algo deles trazia para mim.


Então com o fim do grupo vieram as carreiras solos. Os únicos que continuei seguindo foram a Anahí e o Poncho, os meus favoritos desde o começo da novela. Quando a Anahí veio ao Brasil para divulgar o seu primeiro álbum pós RBD, garanti o meu ingresso. Tirei foto, ganhei autógrafo, dei alguns presentes e realizei um dos meus sonhos.

Pocket Show da Anahí em 2009. Um sonho realizado!

E para finalizar o post, escolhi as minhas canções favoritas do grupo, aquelas que você não consegue ficar parado e precisa cantar junto.


23 comentários:

  1. Acho que toda pré-adolescente tem sua fase de fangirlismo né? Só muda a bandinha.A minha também foi RBD e nossa, eu comprava absolutamente tudo que eu encontrava deles. Hoje fico meio vergonha alheia porque vejo o quão idiota eu era na época, mas até escuto de novo só pelos feels.
    Infelizmente da minha coleção só sobreviveu meus CDs e DVDs, minha mãe deu um jeito de jogar todos os posteres fora quando eu me mudei para fazer faculdade. :c

    Beijos.
    www.jadeamorim.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também penso assim. Fiz cada besteira por causa deles que sempre que me lembro começo a rir haha.

      Excluir
  2. Mih, que post mais gostozinho! Ar de nostalgia, dá um conforto e uma dorzinha no coração. Eu também acompanhei desde o inicio tudo. Tenho revistas, posters, álbuns e tudo até hoje guardadinho com muito carinho <3
    Nunca pude ir a um show, meus pais achavam besteira... Fico aqui sonhando em um dia ter uma turnê remember, imagina? haahaha só em sonho mesmo.
    Beijoss
    www.vestidinhojeans.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou, Rê! Só consegui mesmo ir no último show em SP, mas ainda torço pela volta deles, mesmo que seja só por uma apresentação. :)

      Beijos

      Excluir
  3. AAAAAAAAAAAAAAHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH!!!
    EU ERA A LOCA!
    Eu e minhas amigas fazíamos todas as coreografias na área da minha casa, cantávamos em um espanhol péssimo (mas aprendi tudo o que sei da língua com eles), decorei todas as falas da Anahí do DVD Live in Rio, escutava Salvame em todas as versões possíveis e ainda brigada com todo o Brasil no Orkut porque eu era TRENDY/DyP FOREVER!!!!!!!!
    Adorei o post não preciso escrever mais o quanto, obrigada por me fazer lembrar do que era bom!

    Beijão!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem me fala, hahaha. Só tive vontade de aprender o espanhol por causa deles e até hoje assisto aos DVDs :p

      Excluir
  4. Minha irmã mais nova era super fã e eu acabei acompanhando um pouco desse fenômeno chamado RBD! Na época eu tinha o corte de cabelo igual ao da Lupyta (eu alisava), que acabou sendo a minha favorita, pelo menos da banda. Não segui tanto a novela, mas sabia (sei) algumas músicas de cor. Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aaah, eu adorava a Mia hahaha.
      Mas eles fazem falta. :(

      Excluir
  5. que coisa linda, vc conheceu a anahiiii. <3
    Confesso que acompanhava pouco a novela, já era bem grandinha. hahah Mas adorava a banda em si. Fui no segundo show deles aqui em Fortaleza e foi lindo. Adorei a lembrança!

    Bjos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Siiiim. Também adorava a banda, eles tinham muito carisma. :D

      Beijos

      Excluir
  6. MEEEEU DEUS. Eu amava RBD, lembro que tinha o uniforme, alguns rgs, fotos e tinha um cd e um dvd com três shows deles, eu acabei perdendo o dvd não sei como e fico brava até hoje porque as vezes dá vontade de pegar e dançar.
    madrugadaestrelada.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Menina, sempre quis o uniforme. A única coisa que eu comprei foi a gravata, isso porque tinha gente vendendo no dia do show haha

      Excluir
  7. RBD <3 <3 <3 Está no meu coração, eu tinha pouquíssimas coisas deles, quase nada, mas adorava. Dá uma nostalgia enorme só de ouvi-los. Tantas lembranças boas meu Deus!

    www.livrosenerdices.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, sim... Tenho tantas lembranças boas e divertidas da época deles! :D

      Excluir
  8. Tive a minha fase RBD também, e que fase gostosa! Lembro que eu e mais duas amigas que moravam na minha rua, brincávamos de performar as músicas hahaha Eu tinha muitas revistas e pôsteres também!
    Depois com o tempo acabou passando essa "loucura", mas foi uma fase muito divertida da minha vida, tenho muito orgulho.
    Adorei o post!

    www.umcontosemponto.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Era bom né?! Mas não tinha ninguém para curtir a banda junto comigo, mas foi muito bom!

      Excluir
  9. Vi RBD já corri pra ler. Eu não tinha muita coisa pois na minha cidade só tinha álbuns de figurinhas hahaha
    Mas de RG a figurinhas tinhas todos kkkkk.
    Ai que felicidade, tu encontrou essa maravilhosa ❤
    Na época minha única vontade era de usar o uniforme deles na minha escola hahaha

    Post maravilhoso cheio de nostalgia ❤

    blogflorescencias.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nunca tive o RG, minha mãe não me deixava comprar haha

      Excluir
  10. RBD vicio, não tem como parar de ouvir, de gostar!
    Adorei o post..
    Bjs *-*
    http://freemodernage.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Que post maravilhoso <3 Também assisti desde o primeiro capitulo, tinha os álbuns, o rg, vários posters, todos os cds e dvds mas infelizmente perdi tudo quando me mudei de casa, imagina minha tristeza. Sempre gostei muito da Anahi, do Poncho e da Maite. Seu post deu uma nostalgia boa da minha infância, obrigada por isso <3

    http://www.crovattizei.com

    ResponderExcluir
  12. MEU DEUSSSSSSS, que nostalgia!!! De vez em quando, paro p escultar as músicas ou rever capítulos. AMOOOO <3 <3

    ResponderExcluir
  13. Nossa, quanta coisa legal você ainda guarda! Bem, eu também colecionava um bocado de coisas de RBD na época, figurinhas, fotos, álbum, CD, pôster, sempre comprava! Mas eu era muito criança na época, acho que fui muito influenciada porque era RBD era uma febre. Mas tenho uma nostalgia com algumas músicas também.
    Eu acabei ficando mais fã do HSM, então sei o que é aprender outra língua através de cantores internacionais que a gente gosta também. Tempo bom :)
    Beijo

    De cara com a Juh

    ResponderExcluir
  14. Só acho que você realizou o sonho de muitos fãs do RBD com essas fotos e o autografo. Tras de Mi, Rebelde e Santa No Soy também estão entre minhas favoritas.

    ResponderExcluir