#Resenha Confissões (Kanae Minato)


A prova do que uma mãe é capaz de fazer para se vingar dos assassinos da sua filha. Que o amor de mãe muitas vezes é incondicional todos nós já sabemos ou lemos sobre isso. Mas até onde, por amor, uma mãe é capaz de chegar?

"Confissões" traz a história de uma jovem professora de casamento marcado e grávida vendo a sua vida desmoronar pela primeira vez: seu futuro marido contraiu o vírus da AIDS. Sozinha e com uma filha de quatro anos para criar, Moriguchi muda-se para uma cidade pequena aonde aos poucos vai se acostumando com a vida de uma mãe solteira.



Logo no primeiro capítulo, narrado pela professora, o leitor será apresentando aos detalhes da tragédia, não antes de ver abordados temas importantes na sociedade como, por exemplo, crimes hediondos cometidos por crianças e a responsabilidade da escola na educação dessas crianças.

Durante mais uma tarde na escola, onde teria uma reunião com os outros professores, Moriguchi deixa a filha na enfermaria e ao voltar para busca-la não a encontra. Desesperada e depois de revirar toda a escola, Moriguchi irá encontrar o corpo da filha dentro da piscina da escola.

Aos poucos ela irá preparando seus alunos e o leitor para o que virá a seguir. A morte da sua filha foi considerada um acidente pela polícia, mas ao descobrir a verdade ela irá contar que alguns de seus alunos foram responsáveis pela morte da sua filha.

O desejo de vingança e a certeza de que os culpados não seriam condenados pelo crime, já que ainda não tinham atingido a maioridade penal, ela decide se vingar.

É assustador e ainda assim surpreendente. Com uma narrativa cativante e cheia de suspense a autora irá apresentar ao leitor, através do ponto de vista de cada personagem principal na história, o que a culpa e o amor de uma mãe pode causar.




0 comentaram:

Postar um comentário